• Ricardo Barbosa

Hill of Tara (Irlanda) - Na colina dos reis celtas.


Ir à Irlanda é mergulhar na história milenar e nas lendas de antigos povos que foram a base de grande parte do conhecimento existente atualmente. Lá também é um local fantástico para integração com a Natureza, o sagrado feminino e o sagrado masculino e suas energias emanadas através dos locais e monumentos antigos.

O Projeto Viagens da Consciência não foi à Irlanda por acaso. Fomos em busca desta integração com a Natureza e estas energias para acessarmos a nossa essência verdadeira e iniciarmos um processo de renascimento, para sermos os seres que realmente somos, integrados a tudo e a todos.

Vou citar aqui as experiências em conjunto, dos grupos de 2015 e 2016, já que o propósito e o roteiro de viagem foi o mesmo para ambos.

Depois de interagimos e conhecermos Newgrange, fomos almoçar e depois de uma refeição deliciosa, espantamos a preguiça pós-almoço e voltamos à estrada para nosso próximo destino: Hill of Tara.

Hill of Tara ou “Teamhair Na Ri” em irlandês é um grande conjunto de monumentos arqueológicos localizados no Condado de Meath , próximo ao vale do rio Boyne, na Irlanda.

O Condado é uma região que possui algumas das mais belas paisagens rurais do país e possui uma grande quantidade de locais históricos considerados dos mais importantes da Europa, incluindo o famoso Newgrange.

Hill of Tara é também chamada de Colina dos Reis porque segundo a história, nos tempos antigos, 142 reis reinaram em nome de Tara, que significa "um lugar de grande potencial ou grande perspectiva".

Eles vinham a este local para casarem com a alma da Irlanda e assim tornarem-se reis. O Espirito da Irlanda é feminino e a consagração dos reis passava pela integração com esse feminino sagrado.

Nesta colina, se encontra a Raith na Ríogh (Forte dos Reis ou Recinto Real), cuja estrutura, esculpida no terreno tem a forma de dois anéis, que formam dois conjuntos conhecidos como Teach Chormaic (Casa de Cormac ), o anel côncavo e Forradh (Sede Real ), o anel convexo.

Isto não é fácil de se ver ao nível do solo. É mais fácil identificá-los do ar, como na figura abaixo.

Vista aérea de Hill of Tara - Irlanda

Após 30 minutos de estrada ou cerca de 30 km depois, chegamos a um pequeno local, onde estava o acesso a Hill of Tara. Apesar de pequeno, o local tinha estacionamentos e um pequeno comércio que atendia os visitantes, como lanchonetes, restaurante, lojas de lembranças e artesanato.

Deixamos os carros e caminhamos até a entrada de acesso, seguindo por um campo gramado que nos levava até o Forte dos Reis e seus dois anéis esculpidos na terra.

Entrada para Hill of Tara - Irlanda (2016)

Tanto em 2015 quanto em 2016, experimentamos as quatro estaç