• Sónia Villar Mendes

Estamos nos Enxergando Verdadeiramente?


Ouvimos dizer, o tempo todo, que o ser humano é um ser complexo. Mas será que entendemos o que é essa complexidade?

Falamos da complexidade morfológica, fisiológica, bioquímica, mas talvez estejamos esquecendo de olhar a complexidade subjacente do Ser!

Somos a soma e o equilíbrio de vários fatores, entre os quais feminino e masculino!

Somos um? Somos os dois?

Como os sentimos? Como os vivenciamos?

Será que estamos manifestando esse equilíbrio, integrando a força e o acolhimento que cada um representa?

Para manifestar o equilíbrio é importante olharmos a sua totalidade, entendendo que não são forças que se opõem!

Não há muito “espaço” para acolher e falar sobre as maravilhas e os mistérios que envolvem o masculino e o feminino, e isto é algo que traz o peso dos séculos de vivência do ser humano em sociedade.

Corpo, gênero e sexualidade são aspectos de nossa condição humana sobre os quais temos medo de falar... Distorcemos nossa imagem corporal, distorcemos nossa expressão emocional, distorcemos nossas expectativas com base em pré-conceitos perpetuados por gerações.

Jovens, pais, professores, todos lidando com suas dificuldades... Falar sobre o assunto torna-o humano, torna-o observável, possível de lidar e, como tal, torna-o parte do sentido de Ser de cada um, de forma respeitável e respeitosa.

As dificuldades são as mesmas, mas a forma de pressão é diferente. Aos meninos é exigida virilidade, às meninas a castidade, mas não é permitido que expressem as suas dificuldades durante o amadurecimento...

Os tabus são facas que cortam nossas asas, que nos impedem de voar e viver as várias etapas da vida, que nos impedem de sentir as várias dimensões da vida, que nos impedem de nos conectarmos uns aos outros nesse crescimento que só pode acontecer, verdadeiramente, se nós integrarmos tudo o que a vida traz e tudo o que somos.

O que é novo assusta porque não sabemos como lidar, mas podemos entendê-lo como uma oportunidade de crescer. Por isso, ao enfrentar o medo de falar sobre algo que não estamos habituados(as) a verbalizar, estamos criando uma oportunidade para que o nosso movimento no mundo se torne mais harmonioso.

Corpo, mente e emoções se transformam com o tempo e isso é maravilhoso! Somos homens, somos mulheres, somos humanos, num processo evolutivo que é digno de admiração e, como tal, digno de ser verbalizado, respeitado e acolhido em todas as suas etapas, com menos rótulos e mais amorosidade!

Sónia Villar Mendes é Psicóloga, Terapeuta Quântica e Facilitadora Relacional no âmbito psicossocial.

#essência #expressão #reflexos

Rua dos Jacintos, 233

Mirandópolis - São Paulo/SP

04049-050

  • Instagram
  • Facebook
  • You Tube
  • LinkedIn

© 2019 Todos os direitos reservados. Centro de Desenvolvimento Dora M Bentes