• Keila Caiani

A sombra de cada um


Às vezes, a gente conversa com determinadas pessoas e se sente mal, porque parece que eles conseguem extrair de nós o nosso pior. Como consequência disto acabamos nos afastando delas e responsabilizando o nosso mal estar exclusivamente por ela. É a chamada sombra que bate em nossa porta, mas que com uma boa dose de autoconhecimento e respeito de si podemos resolver.


É como se a gente, sem perceber, jogasse no fundo do mar tudo o que é lixo, nossos comportamentos inconvenientes, nosso modo mais agressivo de ser, nossas frustrações, raivas, angústias entre outros. E, de repente, algum desavisado entra neste mar para dar um mergulho e sai com tudo isto em mãos gritando " -  isso é seu? Achei aqui, pega de volta. "



Quanto mais escondido...


E ai, aquilo tudo que ficou abafado, escondido, e até mesmo camuflado em nós vem à tona, só que é algo tão poderoso e forte que a nossa primeira reação é negar. - Isto não é meu! Eu não tenho nada a ver com isto. O que nós esquecemos é que aquilo que nos incomoda no outro nada mais é que traços nossos que não queremos que venham à superfície.


Mas para que fique claro, não fazemos isto cientes de que estamos fazendo, é tudo automático instantâneo e sutil, por isto o autoconhecimento é tão necessário.


E pode ser disparado através daquela chefe arrogante que nos humilha, um amigo inconveniente que diz que nós estamos gordos, aquele tio que fica ostentando a vida da família dele inteira, alguém que sai por aí falando de nós as piores palavras, um pai autoritário que não abre para uma conversa e por ai seguimos com uma lista muito maior que estes exemplos.



E para que eu preciso saber disto?


Como mencionei logo no início, o autoconhecimento é fundamental para que a gente se conecte com a nossa essência, ou seja, com quem somos de fato e a partir dai a gente se perceba. Ao nos percebermos, fica mais fácil identificar algo no outro que nos incomode e que esteja em nós em algum grau.


É válido saber que este tipo de trabalho demanda tempo e em muitos casos, sozinhos nós não damos conta do recado. E para isto que existem as terapias, como o Conversas que Transformam um trabalho que realizo para contribuir neste processo.


Rejeitar, abafar, desprezar, não são saídas, mas a aceitação, o acolhimento e a compreensão serão caminhos pacíficos e possíveis.


Quanto mais conhecemos nossas limitações e dificuldades, mais fácil para se trabalhar internamente. Não dá para garantirmos sucesso sempre e muito menos apenas  momentos felizes, mas entendendo que não é apenas o nosso corpo que precisa de nutrientes para viver, mas também a nossa mente a jornada fica menor e mais atraente.



Como o filósofo disse...


" Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses." Sócrates

______

Quer saber mais sobre as Conversas que Transformam? 💬 Clique aqui e envie-nos uma mensagem ;)

Keila Caiani é terapeuta e criadora do Motivação Todo Dia, um projeto que envolve escrita empática, psicologia positiva, rodas de conversa, cursos livres e atendimentos individuais.

Estudou análise transacional, ferramentas e técnicas de coaching, escrita criativa e afetuosa pela The School Of Life Brasil, oratória – que atuo de forma voluntária e profissional – e sempre que posso volto para novas técnicas e aprendizados.

#sombra #aceitação #autoconhecimento #acolhimento

Rua dos Jacintos, 233

Mirandópolis - São Paulo/SP

04049-050

  • Instagram
  • Facebook
  • You Tube
  • LinkedIn

© 2019 Todos os direitos reservados. Centro de Desenvolvimento Dora M Bentes