• Eduardo Alves

Como se desenvolveram seus planos para 2021?


Photo byClay Banks onUnsplash


Estes dias me peguei pensando nos planos que escrevi para 2021. O ano anterior foi tão incerto, que reparei que meus pensamentos, anotados em meu caderno, aquele que me acompanhou por todo ano, traziam consigo um suspiro pela vida. Um pedido de mais tranquilidade, com um tanto de força. Saúde e fé, claro.

Revisitar estas palavras, que deram o tom e o movimento dos meus dias, me faz refletir a força cocriadora que existe na forma como usamos nossa imaginação na vida.

Uma porção de coisas ali escritas sequer tinham forma ainda e, de alguma maneira, se fizeram presentes dentro deste meu ciclo. Outros desafios ali descritos seguiram sem uma mudança. Olhando para eles, percebo que eu não mudei minha postura, crenças, visão ou atitudes para que pudessem, então, se movimentar. Aceitei que, diante do acontecer da vida, tive de priorizar caminhos e eles não passam por todos os meus desejos ao mesmo tempo.


Como anda o seu planejamento para um novo ano?

Eu percebi também que imaginar uma vida melhor pode existir quando eu sei dar movimento ao que tenho em direção ao que vive primeiro em minha mente. Dias mais luminosos em 2021 só foram possíveis de sair do papel porque trouxe aquela “manifestação escrita” comigo, para o meu cotidiano, reavaliando cada plano ali apontado.

Usar minhas palavras ali para viver meu ano foi realmente muito gostoso e corajoso. É assumir a responsabilidade por nossa felicidade e bem-estar e entender que nós somos criadores também de onde queremos estar. E que a gente pode mudar o curso, sim, mas de forma mais consciente.


E quais são seus planos para 2022?

Eu convido você a abrir um caderno e começar a trazer seus planos para o papel. Talvez você viva algo como eu, percebendo que nem todas as minhas palavras escritas estão maduras para ganhar vida em 365 dias. E tá tudo bem. Só não as deixe longe, pois elas um dia poderão fazer parte da sua narrativa de vida.

A dica que dou é que esta folha ou (caderno) esteja por perto sempre para lembrar do poder de criar que existe dentro da sua imaginação. Revisite-a e lembre de ajustá-la sempre que sentir necessidade. A gente muda e as folhas podem receber rabiscos com novas ideias.

Do meu caderno para o seu

Eu estou muito feliz em compartilhar contigo o meu exercício de cocriação de ano novo. Organizei perguntas que, para mim, são importantes de serem compreendidas profundamente para que a vida ganhe o movimento necessário em direção aos desejos do nosso coração.


Lembre-se de respirar antes e soltar o ar. Boa escrita para você!


[BAIXE AQUI SEU CADERNO DE COCRIAÇÃO DE ANO NOVO]

Por fim, deixo o meu desejo de um novo ano de muito amor, muita imaginação no papel e narrativas inspiradoras para contar.

Um abraço,

Edu