• Centro Dora M Bentes

Escrita terapêutica: o que é e como praticá-la pode auxiliar a compreender emoções e necessidades


Usar do papel e da caneta para entrar em contato com emoções pode ser uma forma de reconhecer novas sensações e encontrar solução para necessidades e problemas que ainda temos dificuldades em entender


A escrita têm sido adotada como forma de ressignificar experiências de vida e traumas principalmente. O termo sugere que, por meio da palavra, realizemos exercícios que apoiem a compreensão e a transformação de sentimentos e emoções que permeiam o nosso cotidiano.


A escrita tem a função de nos ajudar a viver mais consciente e em paz com as nossas experiências de vida. Quando escrevemos, deixando qualquer sensação de controle de lado, podemos encontrar um fluxo natural de pensamento que traz clareza, inspiração e criatividade.


Nem sempre esse caminho é tranquilo e é possível que surjam alguns desconfortos e tristezas. Isso acontece porque, geralmente, a escrita nos faz pensar e elaborar junto do surgimento das palavras no papel. Mas não se preocupe, pois é exatamente essa elaboração que nos apoia a afastar sintomas como a ansiedade da gente.



O que é escrita terapêutica?

Todos nós, ao longo da vida, buscamos nos encontrar equilibrados e mais conscientes. Alguns buscam isso em diferentes terapias, outros começando algo novo e alguns por meio das artes e da expressão.


Existem diferentes formas de incorporar a expressão à cura emocional, uma delas é a escrita terapêutica ou expressiva - ou ainda Narrativas de Vida, como chamamos por aqui. O mais interessante é que ela demanda muito pouco para já ser inserida na rotina.