• Centro Dora M Bentes

Hábitos sustentáveis para uma vida mais saudável e equilibrada, fisicamente e economicamente



Você sabia que sustentabilidade vai muito além da reciclagem ou plantar uma árvore, e está diretamente ligada com nossa qualidade de vida hoje?


Hábitos mais sustentáveis, contribuem para a saúde e bem estar, do nosso corpo, do coletivo e do planeta. Através do que nos alimentamos e consumimos podemos nos transformar internamente, para assim contribuir para a transformação do coletivo e regeneração do planeta.

Mas afinal, o que é sustentabilidade?

Normalmente, ao falar de sustentabilidade, logo associamos a reciclagem ou a causas ambientais, mas o termo sustentável vai muito além do viés ambiental e está relacionado com os mais diversos aspectos da nossa vida, está diretamente ligado a forma como vivemos, trabalhamos, nos relacionamos, como gastamos nosso dinheiro e até mesmo nosso tempo, ou como nos alimentamos.


E para falar de alimentação, vou citar alguns exemplos.


Hoje, um dos maiores problemas ambientais que enfrentamos é o acumulo de embalagens - principalmente plásticas, que além de extrair recursos naturais de maneira desequilibrada, após o descarte demoram séculos para se decompor na natureza, possuem uma taxa de reciclagem mundial de apenas 3% e causam diversos impactos ambientais. Mas será que aquele pacote de salgadinho ou uma latinha de milho gera um problema apenas para o meio ambiente? Hoje 60% da população brasileira sofre de sobrepeso e 20% de obesidade, já o consumo de enlatados cresceu 56% entre o período de 2011 a 2019, e o consumo de arroz e feijão caiu 41%, mas em contra partida, o número de farmácias cresce exponencialmente ano a ano, e nós brasileiros, somos o país que mais consome agrotóxicos no mundo todo.


Ou seja, nos alimentar de forma mais rápida, sem conexão com o alimento, sem entender quais nutrientes nosso corpo precisa, trocando cada vez mais os alimentos naturais por químicos e processados, que acumulam toxinas em nosso corpo, e podem gerar doenças físicas e psicossomáticas, para assim, ter mais tempo para trabalhar e mais dinheiro para consumir. Percebe como esses hábitos, a médio e longo prazo, são insustentáveis também para o nosso corpo e para a vida?


Veja que um problema ambiental é apenas um dos impactos do nosso estilo de vida, e este é apenas um dos exemplos, mas eu poderia citar aqui alguns dos impactos dos produtos químicos de higiene pessoal, produtos de limpeza, ou até mesmo a forma como consumimos informação hoje.

Mas mudar, pode ser mais simples do que parece, na verdade, tudo que precisamos é buscar mais conexão com a natureza, já que fazemos parte dela, e REPENSAR nossos hábitos, nosso consumo, o que e como fazemos.

Os impactos positivos de hábitos mais sustentáveis e como começar