• Centro Dora M Bentes

O Eu feminino a partir da figura materna

Revelando uma nova perspectiva da sua história

Nós somos seres multidimensionais, cujo desenvolvimento decorre de variáveis físicas, mentais, emocionais e energéticas, e no processo de construção do Eu, a figura materna é um elemento extremamente significativo. Ela é o nosso primeiro referencial do mundo, e os princípios da psicologia junguiana e da física quântica nos mostram como nosso desenvolvimento pessoal saudável depende grandemente da reconciliação afetiva com esta figura primária, a partir do entendimento dos referenciais arquetípicos que ela representa, assim como da herança familiar que a formaram como pessoa.


Lançar um olhar amoroso sobre esta relação e entender sua contribuição na construção e desenvolvimento do eu, além de ressignificar os laços familiares, permite o autoacolhimento pessoal com sua própria história, trazendo cura e reconexão com si mesma.


O processo de reconexão através do acolhimento da figura materna

Através da psicologia junguiana, física quântica e dos trabalhos desenvolvidos com grupos femininos, percebi que há um registro comum a todas as mulheres e uma herança que precisa ser olhada, acolhida e curada.


Foi também revendo minha vida e a relação com a minha mãe, que percebi que haviam muitas mágoas e tropeços, mas também muitas alegrias e momentos inesquecíveis. Com o amadurecimento dos últimos anos, iniciei um caminho de olhar tudo de novo e permiti-me ver vários ângulos da mesma história.


Ressignifiquei a imagem da minha mãe, entendo sua contribuição para quem sou como mulher e como pessoa, e isso foi transformador.


Desta forma, meu trabalho caminhou no sentido de ajudar o maior número possível de pessoas neste encontro e reconciliação com suas figuras de vínculo primário, principalmente com a figura materna. E os 3 últimos anos foram muito intensos no estudo deste tema, tendo mudado minha harmonia pessoal e familiar profundamente.


"O outro é espelho de mim" e este mergulho permite um enriquecimento extraordinário, e maior leveza no seu verdadeiro sentido de Ser.



Onde está reconciliação pode levá-la

Este processo de olhar para a sua história e buscar maior entendimento de si mesma, é um processo intenso de autoconhecimento que traz inúmeras possibilidades, como:


· Entendimento e autoacolhimento de si mesma e da sua própria história;

· Aumento significativo da autoestima;

· Ressignificação de laços e vínculos familiares;

· Harmonia nos relacionamentos familiares e sociais;

· Reconexão e transformação.


O objetivo é focar no que foi bom, no que deu certo. É um exercício de empatia, de reconhecimento, de gratidão e de reconciliação. Somos parte de um contínuo que precisa curar suas feridas, pois estas passam de geração em geração e impactam profundamente a forma como nos sentimos e relacionamos com o mundo. Este é um processo de cura!



Como saber mais e iniciar esta reconciliação

O ser humano é um ser multidimensional, que não pode ser entendido apenas na sua manifestação física ou mental, para tanto tenho aprofundado meus conhecimentos em abordagens holísticas - física quântica, e busco enriquecer meu trabalho, procurando acolher meus pacientes em "todos" os seus pilares existenciais (físico, mental, emocional, filosófico, energético e espiritual), para isto, além dos encontros/dinâmicas grupais, para que os pacientes possam vivenciar o "espelhamento no outro" e sentir o acolhimento que o processo de identificação traz, também facilito vivencias de processos reflexivos e cursos, como o minicurso em parceria com o Centro Dora M Bentes, de Introdução ao Entendimento do Eu feminino a partir da figura materna, na visão junguiana e da física quântica.


Neste minicurso gratuito são realizados 4 encontros com duração de 1 hora, abordando os seguintes temas:


· Entender a construção da identidade e a referência da figura materna nesse processo;

· Conhecendo a história da mulher que nos criou, como forma de reconhecimento das nossas raízes energéticas;

· A empatia no processo de ressignificação das nossas referências primárias;

· Olhar o que deu certo.

O objetivo é ter uma nova perspectiva sobre sua história, para transformar-se, a partir de sua própria história. Para saber mais, clique aqui.


______

Conheça o minicurso gratuito.

👩‍👧 Clique aqui e saiba mais ;)

Sónia Villar Mendes é Psicóloga Social, Terapeuta Quântica e Facilitadora Relacional no âmbito psicossocial. Atua como Terapeuta de Biofeedback Quântico e trabalha com grupos terapêuticos cujo objetivo é desenvolver a autoimagem positiva e autoestima feminina, através de partilha de experiências e vivência.


#eufeminino #figuramaterna #autoacolhimento #ressignificação #psicologiajunguiana #físicaquântica

Rua dos Jacintos, 233

Mirandópolis - São Paulo/SP

04049-050

  • Instagram
  • Facebook
  • You Tube
  • LinkedIn

© 2020 Todos os direitos reservados. Centro de Desenvolvimento Dora M Bentes®