ESPAÇO DOS SENTIMENTOS

Como reconhecer o nosso Amor

“ Amamos nos outros o que amamos em nós mesmos. Rejeitamos nos outros aquilo que não gostamos, porém não conseguimos ver em nós mesmos.”

Iyanla Vanzant 

Por que é mais fácil elogiar o outro do que a nós mesmos? O que nos impede de validarmos quem somos e o que produzimos de bom para o mundo? Quais são os motivos que nos levam a duvidarmos das nossas qualidades?

De tempos em tempos, estas questões passam em nossa mente, seja de forma consciente ou inconsciente, e nem sempre temos respostas a elas.

Reconhecer o nosso próprio amor é mergulhar no mundo da autopercepção. É entrar em contato com a maneira que nós percebermos as nossas atitudes e crenças diante de determinadas situações. Para isto é necessário identificar nossas fraquezas e fortalezas, abrigar nosso lado luz e nosso lado sombra isentos de culpa, julgamentos ou preconceitos,  somos o todo e este todo necessita de cuidado.

Neste contexto, o Espaço dos Sentimentos surge para incentivar a fala, a escuta empática e a conversa dentro de um espaço seguro, afetuoso e livre de apontamentos. para permitir ser falado de forma livre o que faz sentido para nós, os nossos sentimentos. 

Cada encontro do Espaço dos Sentimentos acompanha um tema central. Os assuntos vão mudando periodicamente para que diversos sentimentos possam ser abordados.

ASSUNTOS ABORDADOS NESTES 4 ENCONTROS

O que nós vemos quando nos vemos?

O nosso olhar sobre nós mesmos é o olhar do outro sobre nós? Através de alguns exercícios promoveremos a autopercepção e colocaremos em questão se esta forma de nos olhar é a que transmitimos para o mundo.

A vergonha e suas particularidades

Muito daquilo que deixamos de fazer está relacionado à vergonha, seja o medo de falar em público, de expor a nossa opinião ao chefe, se posicionar perante a família ou até no que os outros irão pensar sobre nós. Quais são os mitos sobre vulnerabilidade e vergonha que nos persegue? De que forma podemos minimizar seus efeitos?

Que tal falarmos de amor?

Como dizia Renato Russo “...sem amor eu nada seria...” 
O amor está presente em todas as nossas relações e pode ser o caminho para percebermos sobre aquilo que nos falta. Amor também é zelo e carinho, porém quando damos afeto demais ao outro e de menos a nós é sinal de que a balança está desigual. É esta percepção que podemos ter por meio de algumas conversas que nos tragam mais consciência de quem somos e das nossas potencialidades.

ESTRUTURA DA VIVÊNCIA

A vivência é composta de 4 encontros - às quintas-feira.

 

Datas: 9, 16, 23 e 30.05.2019

Horário: das 20:00 às 22:00

SOBRE KEILA CAIANI

Keila Caiani acredita que o seu lugar no mundo é promovendo encontros que toquem o outro através da palavra - seja escrita ou falada. Por isto, criou o Motivação Todo Dia projeto que envolve a Escrita Empática e a Psicologia Positiva e oferece alguns serviços como Workshops voltados para autoconhecimento e transformação pessoal. Também, contribui na revista Vida Simples.

INVESTIMENTO E FORMA DE PAGAMENTO

 

Em até 2x R$ 130,00

Se desejar pagar pelo Sympla: R$ 260,00 + taxas de pagamento, acesse por aqui

MAIS INFORMAÇÕES

 

Cel/Whatsapp: 11 98651 1224

Telefone: 11 5585 0585

com Margarida (das 13:00 às 20:00)

Rua dos Jacintos, 233

Mirandópolis - São Paulo/SP

04049-050

  • Instagram
  • Facebook
  • You Tube
  • LinkedIn

© 2019 Todos os direitos reservados. Centro de Desenvolvimento Dora M Bentes